Skip to content

Chuveiros são carregados de bactérias

Por Eduardo Martins

Seu chuveiro pode estar jogando sobre você muito mais que água quente: uma pesquisa realizada em nove cidades dos Estados Unidos mostra que várias bactérias causadoras de doenças vivem dentro dos chuveiros, pegando carona até o seu corpo. Os resultados foram analisados a partir de 45 amostras de chuveiros residenciais e públicos.

Aproximadamente 20% das amostras tinham níveis altos da bactéria Mycobacterium avium, ligada a doenças pulmonares que geralmente ocorrem em pessoas com o sistema imunológico comprometido. Os pesquisadores encontraram a M. avium e bactérias semelhantes em biofilmes dentro dos chuveiros, em níveis até 100 vezes mais altos do que quando encontradas na água antes de ser limpa. De acordo com Norman Pace, da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, a bactéria pode ficar no ar após sair do chuveiro, facilitando que pessoas inalem o microorganismo.

Para pessoas com a imunidade comprometida, Pace recomenda a troca frequente da boca do chuveiro, já que a limpeza do chuveiro pode não atingir todos os pontos onde as bactérias ficam. Além disso, as bactérias se ligam mais facilmente ao plástico, então um chuveiro de metal pode ser uma boa pedida para ficar longe dos microorganismos.

Fonte: HypeScience

COMENTÁRIO ACQUAPRATA.
É certo que não recomendamos que adicione prata coloidal nos chuveiros, pois não funcionarácom água quente e com certa taxa de corrente elétrica.  Especialmente em chuveiros de metal. Mas a idéia de se pôr esta matéria é para que se avalie que infecções podem ocorrer com origens as quais a gente menos espera.  Manter a higiene de equipamentos e utensílios ajuda muito a evitar a propagação de bactérias. 
Poderia-se borrifar sobre o vaso, o chuveiro quando desligado, sobre a pia e o box de banho, mas provavelmente a prata reagirá com o cloro e escurecerá, manchando os utensílios. Nesse caso, um pouco de cuidado e o uso de desinfetantes comuns nos parece mais apropriado.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *