Skip to content

Quando os medicamentos não funcionam

Como combater o aumento crescente da resistência aos antibióticos

A prata coloidal pode ser a grande solução, ainda que informal e sem o devido reconhecimento da medicina alopática. A forma de ação dos antibióticos de uma maneira geral, é bastante diferente e limitada quando comparada com a prata. Os antibióticos químicos são produzidos para confrontar por similaridade molecular vírus e demais bactérias, porém, com o passar dos anos, por diversos motivos, os microrganismo sobreviventes nas batalhas alopáticas foram se tornando mais e mais resistentes. Já há várias “superbactérias” espalhadas pelo mundo.

A prata por si, elimina determinadas enzimas dos organismos dos microrganismos, matando-os inapelavelmente, sem que ocorra o fortalecimento das eventuais sobreviventes, que, se forem continuamente expostas em ambiente com prata, também são eliminadas. E mesmo que bactérias ou vírus sejam transmitidos para outros hospedeiros, não haverá “motivação darwiniana” para a geração de cepas mais resistentes. Esta constatação é comprovável apenas com a simples eliminação de qualquer bactéria, fungo ou vírus com a ação da prata.

Na forma de nanoparticulas não há prejuízo ao organismo mais complexo, como o animal ou mesmo das plantas, pois não há retenção das mesmas, que permanecem no organismo por algumas horas, sendo expelidas pelos poros, urina e fezes. Além do mais, não há prejuízo ao meio ambiente, pois as nano partículas se dispersam sem criar ambientes efetivos que poderiam, eventualmente, interferir em cadeias de vida unicelular. Curiosamente, não se percebem problemas com a ingestão de prata coloidal em relação à flora bacteriana, exceto se houver ingestão excessiva, acima de meio litro por dia. Contudo, vale ressaltar que cada organismo tem suas especificidades, e alguns poderão ter reações com diarreia passageira nas primeiras ingestões, ou até mesmo serem forçados a diminuir a dosagem recomendada ou interrompê-la, utilizando-a apenas de forma pontual sobre determinadas patologias ou a substituição da ingestão por inalação.

Aliás, a inalação tem resultados muito rápidos, considerando a imediata absorção dos coloides e íons de prata pelos pulmões e pelo sistema venal, ocorrendo rapidíssima distribuição por todo o corpo.

Observação: Não recomendamos a suspensão de nenhum tratamento médico-alopático ou por outro tipo de terapia, e a associação/inclusão da solução de prata coloidal é perfeitamente absorvida e com efetividade, sem problemas de “interação medicamentosa”. Recomenda-se apenas que não associe a solução de prata com bicarbonatos e assemelhados. A eventual suspensão de medicação tradicional só poderá ser feita pelo médico/terapeuta responsável ou sob conta e risco do paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

English English Français Français Português Português Español Español