Skip to content

Relato pessoal sobre um dos mais amplos e potentes antibióticos naturais – e de baixo custo – do mundo.

PRATA COLOIDAL
*Thomas Korontai

Era o ano de 1999. Um amigo que fazia muitos anos não via, ligou, convidando-me para uma reunião na Ordem Rosa Cruz, em Curitiba, na qual, seria apresentado um aparelho revolucionário para a saúde. Sempre de mente aberta para aprender, fui. O apresentador era um engenheiro, e relatou as maravilhas da prata coloidal, uma solução produzida pela eletrólise de dois filetes de prata pura em água. Fiquei bem interessado, e confesso que comprei o aparelho, mais no impulso do que na decisão racional. Ficou na prateleira por alguns meses, até que, engripado, lembrei do mesmo e resolvi testar. Segui as instruçõese produzi a tal solução. Tomei-a sem receio, pois, no dia da apresentação todos experimentamos a solução que ele produziu diante de nós. Melhorei 90% de um dia para o outro. Minha primeira conclusão: placebo!

Dias depois, dei a solução a um amigo também engripado, muito mais do que eu. Dois dias depois, curado. Mas só passei a realmente me surpreender quando outro amigo foi completamente curado de graves queimaduras com gás butano na sua pizzaria, em 2000. Aliás, neste ano, diversas outras ocorrências, inclusive com resultados maravilhosos em dois casos de câncer, um de pele (no rosto) e outro no intestino, em duas mulheres. Passe a pesquisar o assunto e, em 2003, com a entrada do Google no ar, comecei a encontrar muita coisa sobre isso, mas… no exterior. Descobri que muitas doenças, inclusive várias delas sem solução médica tradicional, seja alopática ou não, eram curadas com a prata coloidal, tais como acne, antrax,infecções bacterianas, infecções da bexiga, queimaduras, diversos tipos de câncer, cândida albicans, colite, conjuntivite, infecção por Cryptosporidium, cistites, dermatites, diabetes, diarréia, difteria, disenteria, infecções nas orelhas, eczema, vírus Epstein Barr, infecção do Tubo de Eustáquio, fibrosamentos, gastrites (bactéria Pyloris), gonorréia, hemorróidas, herpes, gripe, desordens intestinais bacterianas, lepra, lesões, lupus, malária, doença de Menière, meningites, neurastenia,oftalmia, febre paratiróidea, pleurisia, pneumonia, vírus da Pólio, coceira anal,  psoríase, piorréia, renites, infecção por Salmonella, escarlatina, seborréia, septicemia, úlcera péptica, cobreiro, erisipela, chagas, infecções por Stafilococcus, infecções por Streptococcus, queimaduras solares, sífilis, tétano, tonsilites, fendas nos pés, tuberculose, tifo, úlceras, verrugas, coqueluche e outras infecções por fungos, bactérias ou vírus.  A solução atua até mesmo contra o vírus da hepatite C e da Aids, que, na verdade, são retrovírus, muito mais complicados de se enfrentarem.

Obviamente que cada tratamento tem um tempo. E some-se a isso, a condição de saúde individual. Mas, os resultados têm sido espetaculares. Mas eu percebi, ao longo dos anos, que a solução atua de forma formidável no casos de envenenamento também, como picadas de aranha marrom. O paciente deve ingerir a solução e fazer aplicações tópicas de compressas – algodão, ou gaze embebida com a mesma – sobre o local afetado. Vários casos foram tratados com resultados muito rápidos, coisa de poucos dias. Até mesmo meu irmão, Paulo, que é sócio da Acquaprata, empresa que fundei oficialmente em 2008, foi rapidamente tratado por acidente com a aranha tão peçonhenta, que pode até mesmo matar. Pessoas alérgicas com picadas de pernilongos, abelhas, e até mesmo acidentes com as “taturanas” (bichos cabeludos), tiveram resultados imediatos, com a extinção da dor, coceira e inchaço.

Voltando à minha história com esta solução, que mudou minha vida, pois nunca mais compre qualquer tipo de antibiótico alopático, resolvi, em 2003, fabricar um equipamento melhor do que o que eu havia comprado, mais robusto, e criei um site, disponibilizei para venda, sem nenhuma publicidade. Havia, na época, disponibilizado também, frascos com a solução pronta. Pessoas começaram a comprar os frascos e alguns aparelhos foram também vendidos. Relatos diversos sobre doenças que eu sequer imaginava existir começaram a chegar, a maioria, infelizmente apenas verbalmente, cujas promessas de registro por escrito jamais foram cumpridas. Mas saber que a solução atuou positivamente na vida de milhares de pessoas desde então, direta e indiretamente (pois alguns terapeutas passaram a atender seus pacientes com a solução de prata e também com ouro coloidal, que passei a disponibilizar depois), dá uma sensação inigualável de estar cumprindo uma das missões quais me foram incumbidas pelo Alto (não tento entender muito isso, me dou por satisfeito em estar fazendo).

Em 2006 e 2008 fiz os dois primeiros exames ortomoleculares da minha vida e relatei ao médico o consumo de prata e ouro coloidal. Ele não encontrou vestígios dos metais nas células e, na segunda visita me disse que ficou fascinado com o que estudou sobre o tema. Ele relatou que havia encontrado flúor e cádmio (eliminados por drenagem específica), mas outros metais e contaminações não, talvez a própria prata ou outro tenham ajudado a manter as células mais limpas. Estava confirmado que os coloides e íons, de fato, não ficam residentes no organismo, são eliminados pela urina e suor. Anos depois tratei de gripe aviária ou suína (os sintomas, pelo menos foram muito semelhantes), dengue ou zika, conjuntivite (duas) – todas estas doenças apenas iniciaram sua “instalação” mas, foram rapidamente impedidas em poucas pelo uso da prata coloidal! Descobri ainda, que a inalação da solução produz efeitos extraordinários, pois os coloides e íons de prata são levados à corrente sanguínea diretamente pelo pulmão.

Hoje, 8 anos após a fundação da Acquaprata Eletrônicos Especiais Ltda., nos dedicamos a fazer os melhores aparelhos do Brasil, já temos três versões que se adequam à realidade e vontade de cada cliente, e estamos melhorando mais, fazendo pesquisas e buscando desenvolver produtos que possam atender outros setores, como a agricultura – especialmente a orgânica e hidroponia (já com resultados espetaculares),  a veterinária, a botânica e floriculturas,  e até outros setores que têm problemas com fungos e necessitam de assepsia, como laboratórios e hospitais. Nestes últimos, ainda há resistências, mas sabemos que é questão de tempo, pois as bactérias vem desenvolvendo novas cepas mais resistentes e mortais. Clínicas e hospitais, por exemplo, podem usar a solução tanto para assepsia de instrumentos quanto do ar, por meio de nebulizadores.

Aliás, frise-se que a prata coloidal vem sendo pesquisada com mais ênfase em centros de P&D de universidades como a UNICAMP, apenas para falar do Brasil. Em nosso site, há vários links para outras pesquisas feitas no EUA e Canadá. A solução pode ter sido utilizada, depois de vídeo que foi bem veiculado por uma ONG americana, para controlar a epidemia do vírus ebola, pois a prata se revelou como única capaz de combatê-lo.  Já existem bandagens fabricadas por uma grande multinacional do setor médico-farmacêutico, impregnadas de prata coloidal, para tratamento de afecções na pele. O futuro brilhante da prata coloidal, nas mais diversas aplicações e formas de uso, é inexorável, embora tenha sido descoberta e utilizada já há mais de 80 anos – deixada de lado, temporariamente, pela indústria farmacêutica. Graças à internet, o conhecimento sobre esta maravilhosa solução se espraia rapidamente, e nos orgulhamos, Paulo Korontai e eu, de sermos um dos pioneiros na fabricação de equipamentos que a produzem, incluindo o ouro 24k, cujas pesquisas se aprofundam mais e mais, assim como, com o cobre e outros metais, dentro dos estudos da ciência dos chamados oligoelementos. Temos a satisfação de acumular mais e mais amigos ao longo dos anos. E, não tenho como deixar de agradecer a Deus, por ter me colocado nesta trilha pela qual se possa distribuir algo de tão bom para tanta gente.

*Thomas Korontai é agente da propriedade industrial, escritor, empresário, líder associativista e usuário de prata e ouro coloidal desde 1999

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

English English Français Français Deutsch Deutsch Magyar Magyar Italiano Italiano Português Português Español Español