Skip to content

Estudo reforça suspeita de origem viral da esquizofrenia

Pessoas com manifestação dos primeiros sintomas de esquizofrenia apresentam altos níveis de uma substância inflamatória, a interleucina 1-beta, no cérebro. Essa descoberta reforça a ideia, já sugerida em outros estudos, de que o transtorno pode ter origem infecciosa, possivelmente provocada pela ação de um vírus no organismo e, quem sabe, a patologia algum dia venha a ser tratada com anti-inflamatórios. As novas evidências foram apresentadas por pesquisadores do Instituto Karolinska, na Suécia. Segundo eles, estudos em ratos mostram que a interleucina 1-beta pode induzir a hiperatividade de vias neurais em que o neurotransmissor predominante é a dopamina. São justamente essas áreas do cérebro que se apresentam hiperativas nos pacientes esquizofrênicos. Em pessoas saudáveis é praticamente impossível ser detectada a presença de interleucina 1-beta.


Comentário Acquaprata

Interessante a descoberta revelada pela notícia acima, pois, uma vez identificado o problema, é bem possível que a prata possa eliminar o vírus, interrompendo a evolução de tão grave patologia.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *